top of page
Cópia de slide2-compressor.jpg

CAPÍTULO I . TÊXTEIS TINGIDOS

Indigo

1. Bagru

2. Pushkar

3. Jaiselmer

4. Deserto do Thar

5. Jodhpur

6. Salawas / Rohat

7. Ranakpur

8. Udaipur

9. Bhuj / Bhujodi / Ajrakhpur

10. Deserto Branco de Kutch

escolha um capítulo

4
5
6
7
8
9
10

Podemos criar um impacto positivo ao proporcionar uma oportunidade económica na preservação do tingimento tradicional com Indigo e do artesanato têxtil!

Bagru, uma cidade nos arredores de Jaipur, no Rajastão, é um dos centros têxteis da India. É conhecido desde séculos pelo tingimento natural, estampagem de Syahi Begar, tingimento com indigo e estampagem à mão com carimbos de madeira.

Desde há pelo menos 400 anos, Bagru tem sido a casa do clã Chhipa. - combinação das duas palavras Nepal Bhasa, chhi significa "tingir " e pa significa "deixar algo esticado ao sol".

Esta teoria etimológica é verdadeiramente compreendida quando que se caminha pelos vastos campos de secagem comunais, em Chhipa Mohalla (o quarterião dos estampadores). O ar está impregnado pela fragrância de tecidos a secar sobre a terra, e as paredes dos edifícios em betão são cobertos de laranjas, azuis, e rosas.

Onde quer que vá, em Bagru, há sempre algo que o faz parar!

No "blockprinting" (impressão com carimbos) tradicional de Bagru, o pano base é de cor creme ou é pré-tingido, as estampagens são compostas não só de desenhos naturais e orgânicos, mas também de formas geométricas - tal como leher (ondas),  chaupad (padrão indiano), kangura (triângulos), e jaali (um padrão treliçado em grade, provavelmente adaptado da arquitetura Islâmica).

passe o rato sobre o mapa

INDIGO

Loja

Podemos criar um impacto positivo ao proporcionar uma oportunidade económica na preservação do tingimento tradicional com Indigo e do artesanato têxtil!

Bagru, uma cidade nos arredores de Jaipur, no Rajastão, é um dos centros têxteis da India. É conhecido desde séculos pelo tingimento natural, estampagem de Syahi Begar, tingimento com indigo e estampagem à mão com carimbos de madeira.

Desde há pelo menos 400 anos, Bagru tem sido a casa do clã Chhipa. - combinação das duas palavras Nepal Bhasa, chhi significa "tingir " e pa significa "deixar algo esticado ao sol".

Esta teoria etimológica é verdadeiramente compreendida quando que se caminha pelos vastos campos de secagem comunais, em Chhipa Mohalla (o quarterião dos estampadores). O ar está impregnado pela fragrância de tecidos a secar sobre a terra, e as paredes dos edifícios em betão são cobertos de laranjas, azuis, e rosas.

Onde quer que vá, em Bagru, há sempre algo que o faz parar!

No "blockprinting" (impressão com carimbos) tradicional de Bagru, o pano base é de cor creme ou é pré-tingido, as estampagens são compostas não só de desenhos naturais e orgânicos, mas também de formas geométricas - tal como leher (ondas),  chaupad (padrão indiano), kangura (triângulos), e jaali (um padrão treliçado em grade, provavelmente adaptado da arquitetura Islâmica).

passe o rato sobre o mapa