top of page
1_-compressor.jpg

CAPÍTULO I . TÊXTEIS TINGIDOS

Indigo

Podemos criar um impacto positivo ao proporcionar uma oportunidade económica na preservação do tingimento tradicional com Indigo e do artesanato têxtil!

O QUE É O INDIGO

O Indigo é um corante natural que é extraído de plantas e animais. Embora o corante foi e ainda é produzido organicamente, a maioria do índigo disponível no mercado, hoje em dia, é produzida em massa através de processos químicos, de forma a satisfazer a procura crescente de corante azul.

O nome Indigo deriva da sua cor azul distinta. É um dos corantes mais antigos e foi usado durante séculos na antiga Índia, China e Japão, para o tingimento e impressão de têxteis. A Índia, que foi o principal produtor de Indigo, exportou o corante para a Europa e para a região mediterrânica através de comerciantes portugueses e árabes. Os gregos e romanos também compraram o corante índigo da Índia e usaram-no como um produto de luxo. Outras civilizações antigas da África, Mesopotâmia e Egipto usaram igualmente o Indigo durante séculos e na maioria das culturas da África Ocidental, este corante foi usado para tingir roupas de pessoas ricas de forma a simbolizar o seu status.

O INDIGO-MÁGICO: UM PROCESSO COMPLEXO

Para criar o corante azul estão envolvidos processos químicos muito precisos, de forma a fermentar as folhas das plantas Indigo. Ao contrário de outros processos de tingimento têxtil, o tecido não fica azul no pote de corante. É necessária a exposição ao ar para que o tecido tingido passe lentamente do amarelo ao verde, e então a um azul escuro profundo, durante a sua secagem. Este processo é muito delicado, e é necessário um artesão habilidoso para garantir o sucesso do tingimento com Indigo. Demasiada ou pouca fermentação, ou um nível errado de calor podem destruir um lote inteiro de corante.

A exigência de um conhecimento da técnica e as qualidades incomuns do corante em si, fizeram com que o Indigo e as suas qualidades mágicas sejam venerados por muitas comunidades têxteis de todo o mundo.

O Indigo é, portanto, um corante altamente admirado entre os artesãos - eles acreditam, por exemplo, que se comerem com as mãos manchadas de Indigo não haverá qualquer problema com a comida ou digestão, ou que se uma vaca beber a solução de índigo ela tornar-se-á mais forte.

Diz-se que o Indigo tem o poder de transformar qualquer coisa natural. Vestir um tecido tingido com Indigo é, então, considerado auspicioso.

Indigo Natural
 

  • Minimiza a quantidade de poluentes;

  • Os resíduos produzidos durante a produção são, na sua maioria, polímeros vegetais biodegradáveis;

  • Testes mostraram que insetos e outros animais podem sobreviver numa mistura de índigo natural a fermentar;

  • O cultivo de plantas produtoras de índigo fornece uma fonte de rendimento para agricultores e trabalhadores;

  • Estas plantas fornecem uma cobertura orgânica benéfica para o ambiente.

Indigo Sintético

  • Envolve petro-químicos que produzem mais poluentes;

  • Os poluentes e impurezas produzidos durante o fabrico, como a anilinina, não são biodegradáveis;

  • Quando esses poluentes são despejados em rios e lagos, a vida aquática é destruida e a água torna-se impröpria para o consumo humano e animal.